Fartura-SP/IMÓVEL

ModalidadeOnline
Local do leilão
Visitação/ horárioNão informado
Aguardando datas
AberturaFechamentoLance Inicial
--R$ 618.257,77
A.T: 440,00 m²

Lote 01: A.T: 440,00 m²

Valores atualizados

Avaliação1.030.429,63
Lance mínimo618.257,77
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas382

Localização:Rua João Carlos, 51, Fartura - SP

Fórum/Vara:VARA ÚNICA DA COMARCA DE FARTURA – SP

Nº do processo:0001958-04.2007.8.26.0187

RQTE: BANCO DO BRASIL S/A

RQDO: DOVICO MAZETTO E OUTROS


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 25/04/2019 à partir das 14:30h, e encerramento no dia 02/05/2019 às 14:30h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 27/05/2019 às 14:30h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a60%(sessenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão  - Lance mínimo  R$1.030.429,63

2º Leilão  - Lance mínimo  R$ 618.257,77


DESCRIÇÃO: Um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Um imóvel residencial construído por uma casa e respectivo terreno que mede 22,00 (vinte e dois) metros de frente por 68,00 (sessenta e oito) metros da frente aos fundos, de ambos os lados, situado nesta cidade de Fartura, fazendo frente para a Rua João Carlos, 51, confrontando dito terreno pelo lado direito de quem olha da Rua João Carlos com José Ignácio Ribeiro Neto, Maria Lucia Ribeiro, José Sangermano e Espólio de Natal Gabriel, do lado esquerdo com Wladimir Gianetti e com o ora vendedor, e nos fundos com o Dr. José Del Cistia. Dito imóvel foi havido da seguinte forma: a) 10,20 mts de frente por 68,00 mts da frente aos fundos de ambos os lados, havido anteriormente pelo registro no 66/40 e matrícula n°40 do CRI desta; b) 11,80 metros de frente por 68,00 mts da frente aos fundos de ambos os lados, havido pela transcrição no 1.191 do CRI desta cidade e comarca de Fartura. Benfeitorias: Um prédio comercial, de tijolos e coberto com telhas, com a área de 185,58 m2, contendo uma copa, cinco salas, uma sala de espera, um hall, três banheiros e uma garagem, e um galpão de tijolos e coberto com estruturas e telhas metálicas, com a área de 440,00 m2, tendo apenas uma repartição, edificadas sob o número 51 da Rua João Carlos.Consta no laudo de avaliação que uma das edificações construídas sobre o terreno, era composta de um galpão do tipo industrial, de paredes de alvenaria, sem divisórias, sem forro, piso rústico cimentado e com estrutura e cobertura metálica. A outra era uma edificação comercial, destinada a escritório e exposição, de alvenaria, forro de laje e coberta com telhas, composta de cinco salas, uma sala de espera e recepção, uma copa, hall, três banheiros e também uma edificação contígua, destinada a garagem, aberta na frente e somente com cobertura metálica e sem forro. No local, funcionava uma fábrica e comércio de confecções, denominada “Five Jeans Confecções Ltda”, que no momento da perícia estava locando o imóvel avaliando, sendo que todo o imóvel está demonstrado nas fotos anexas ao laudo de avaliação. O galpão industrial possuía uma área construída de 440.00m2, com nível de construção e acabamento classificado como industrial e rústico, já possuindo alguns anos de uso, sem apresentação de anomalias estruturais, sendo estimado um custo unitário dessa edificação em R$ 1.200,00/m2, para os custos de materiais e mão de obra do mercado da cidade de Fartura. Já a edificação comercial frontal, possuia uma área total construída de 185,58m2, sendo que o escritório composto das salas administrativas, exposição e banheiros e copa, possuia uma área de 145,58m2, com nível de construção e acabamento classificado como médio, sendo estimado um custo unitário dessa edificação em R$ 1.350,00/m2, para os custos de materiais e mão de obra do mercado da cidade de Fartura, havendo ainda contíguo uma garagem, que possuia uma área de 40,00m2, aberta e somente coberta com estrutura e telha metálicas, com nível de construção e acabamento classificado como rústico, sendo estimado um custo unitário dessa edificação em R$ 450,00/m2, para os custos de materiais e mão de obra do mercado da cidade de Fartura. Matriculado nº 1075 CRI de Fartura/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO: R$ 1.030.429,63 (Um milhão, trinta mil, quatrocentos e vinte e nove reais e sessenta e três centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula: R.17- HIPOTECA em favor do Banco do Brasil S/A; R.20- HIPOTECA em favor do Banco do Brasil S/A; R.21- HIPOTECA em favor do Banco do Brasil S/A; AV.25- PENHORA expedida pela Vara do Trabalho de Santa Cruz do Rio Pardo, processo no 26057920135750143; AV.27- PENHORA do imóvel, expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Fartura, no proc. nº 0003356-10.2012.8.26.0187, movido por Município de Fartura.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo  clique aqui.

Link googlemaps  clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.  


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.