IMÓVEL INDUSTRIAL

Lote 01: IMÓVEL INDUSTRIAL

Valores atualizados

Avaliação2.436.874,42
Lance mínimo2.436.874,42
Incremento10.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas24

Localização: Avenida F, São Manuel/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 0000070-94.1998.8.26.0581 (segredo de justiça)

RQTE: INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS

RQDO:POLIFIBER IND E COM DE MATERIAIS PLÁSTICOS LTDA 


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 12/12/2019 a partir das 16:10h, e encerramento no dia 17/12/2019 às 16:10h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 04/02/2020 às 16:10h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70%  (setenta por cento) do valor da avaliação. 

1º Leilão - Lance mínimo  R$2.436.874,42

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 1.705.812,09


DESCRIÇÃO:  Um prédio construído em estrutura metálica e alvenaria.

MATRÍCULA n° 7.727: Um lote de terreno sob n° 02 (dois), da Quadra E, do desmembramento denominado Chácaras Água da Rosa, no distrito de Aparecida de São Manuel, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, com a área de 7.571,16 metros quadrados, com as seguintes medidas e confrontações: com frente para a RUA E mede, 116,25 metros; do lado direito confronta com o lote n° 3, Quadra E, mede 50,76 metros; do lado esquerdo confronta com o lote n° 1, Quadra E, mede 73,00 metros; aos fundos confronta  com o lote n° 4 e uma área pertencente a P.M.S.M.; mede 131,50 metros. 

ÔNUS DA  MATRÍCULA n° 7.727:Consta na referida matrícula:R.5- PENHORA do imóvel, nos Autos da Execução Fiscal n° 153/96, da 1ª Vara Cível da Comarca de São Manuel/SP;R.6 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel – SP, Execução Fiscal proc. n° 682/98;R.7 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel, Execução Fiscal proc. n° 117/99 movido pela Fazenda do Estado de São Paulo;R.8 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 062/03.R.9 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 051/03;R.10 -  PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°052/03;R.11 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°047/04;R.12 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°230/04;R.13 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 234/04;R.14 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 39/05;R.15 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 124/04;R.16 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 046/05;R.17 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 047/05;R.18 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 055/05;R.19 -PENHORA, expedida pela 1° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 122/05;R.20 -PENHORA, expedida pela 1° Ofício Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°106/06;R.21 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 107/06;R.24 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 026/07;R.25 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 70/2007;R.26 -  PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 755/06;R.27 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 014/99;R.28- PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 59/05;R.29 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 043/03;R.30 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 052/07;R.31 -PENHORA, expedida pela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 69/08;R.32 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 692/98;R.33 –PENHORA do imóvel, pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 90/09;AV.34 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, nos autos da Execução Fiscal proc. n° 94/09;AV.36 -PENHORA, expedida pela 2° Oficio Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 84/09;AV.37 -PENHORA, expedida pela 2° Oficio Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2009.003653-1 (n. de Ordem 105/09);AV.38 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2002.002887-0 (n. de Ordem 323/02);AV.39 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2000.002104-4 (n° de Ordem 72/00);AV.40 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.004486-5 (n° de ordem 227/10);AV.41 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2007.001402-4 (n° d ordem 26/07);AV.42 -PENHORA, expedida pela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.0077602-1 (n° de ordem 904/10);AV.43 -PENHORA, expedida pela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.003269-1 (n° de ordem 169/10);AV.44 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 25/2000;AV.45- Consta que foi decretada a FALÊNCIA de POLIFIBER IND. E COM. LTDA, nos autos n° 581.01.2009.007013-1, ordem n° 1392/2009;R.46- Consta que diante do julgamento de agravo de instrumento foi REVOGADA A FALÊNCIA de POLIFIBER IND. E COM. LTDA, constante na Av.45;R.47 -PENHORA, expedida pela Vara do Trabalho de Botucatu-SP/TRT da 15ª Região, nos autos do proc. n° 0131500-10.2002.5.15.0025, ação trabalhista movida por José Luiz Maziero;AV.48 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 262005;AV.49 -PENHORA, expedida pela 2° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0001867-66.2002.8.26.0581;R.50 –PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. nº 0001811-28.2005.8.26.0581, movido pela Fazenda Nacional;R.51 -PENHORA, expedida pela 2° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0181043.2005.8.26.0581;AV. 52 -PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial desta Comarca de São Manuel/SP, no proc. nº 000121189-89.2014.8.26.0581, movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV. 53 -PENHORA do imóvel, nestes autos;AV. 54 -PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial desta Comarca de São Manuel/SP, no proc. nº 0001136-41.2000.8.26.0581, movido pelo Ministério da Fazenda;AV. 55 -PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu/SP, no proc. nº 0002848-16.2016.403.6131, movido pela Fazenda Nacional;AV. 56 -PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu/SP - 31ª Subseção Judiciária em São Paulo, no proc. nº 0000544-78.2015.403.6131, movido pela Fazenda Nacional;AV. 57 -PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. nº 0007003-29.2011.8.26.0581, movido pelo Município de São Manuel.

MATRÍCULA n° 7.729:Um lote de terreno sob n° 04, quadra “E” do desmembramento denominado Chácara Água da Rosa, no distrito de Aparecida de São Manuel, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, com área de 5.000,21m², com as seguintes medidas e confrontações: - com frente para AVENIDA “F” (Rua Guilherme Ortolan), mede 97,61 metros; do lado direito confronta com uma área de P.M.S.M., mede 57,40 metros; do lado esquerdo confronta com o lote 03, quadra “E”, mede 43,57 metros; aos fundos confronta com o lote 02, quadra “E”, mede 101,24 metros. 

ÔNUS DA MATRÍCULA n° 7.729: :Consta na referida matrícula:R.6 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel – SP, Execução Fiscal proc. n° 682/98;R.7 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel, Execução Fiscal proc. n° 117/99 movido pela Fazenda do Estado de São Paulo;R.8 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 062/03;R.9 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 051/03;R.10 -  PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°052/03;R.11 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°047/04;R.12 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°230/04;R.13 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 234/04;R.15 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 39/05;R.16 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 124/04;R.17 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 046/05;R.18 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 047/05;R.19 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 055/05;R.20 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 122/05;R.21 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°106/06;R.22 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 107/06;R.25 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 026/07;R.26 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 70/07;R.27 - PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 755/06;R.28 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 014/99;R.29 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 59/05;R.30 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 043/03;R.31 -PENHORA, expedida pela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 052/07;R.32 -PENHORA, expedida pela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 69/08;R.33 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 692/98;R.34 –PENHORA, correspondente a fração ideal de 1% do imóvel a que se refere a presente matrícula, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 042/99;R.35 -PENHORA, correspondente a fração ideal de 1% do imóvel a que se refere a presente matrícula, expedida pela 1ª V.C. de Americana/SP, nos autos da ação de cobrança proc. n° 1494/05;R.36 -PENHORA, expedida pela 2° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 90/09;R.37 -PENHORA, expedida pela 2° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 94/09;R.38 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 84/09;R.39 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2009.003653-1(n° de ordem 105/09);R.40 -PENHORA, expedida pela ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2002.002887-0 (n° de ordem 323/02);R.41 -PENHORA, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2000.002104-4 (n° d ordem 72/00);R.42 -PENHORA, expedida pela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.004486-5 (n° de ordem 227/10);R.43 -PENHORA, expedida pela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.0077602-1 (n° de ordem 904/10);R.44 -PENHORA, correspondente a fração ideal de 4% do imóvel a que se refere a presente matrícula, expedida pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.003269-1 (n° de ordem 169/2010);R.45 -PENHORA, expedida pela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 25/00;R.47 –PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. nº 474/1998, movido pela Fazenda Nacional;R.50 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 243/11;R.51 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 31/03;R.52 -PENHORA, expedida pela Vara do Trabalho de Botucatu/SP – TRT 15 da 15ª Região, extraído dos autos do proc. n° 0131500-10.2002.5.15.0025 RTOrd, ação trabalhista movida por José Luiz Maziero;R.53 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 262005;R.54 -PENHORA, expedida pela 2° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0001867-66.2002.8.26.0581;R.55 -PENHORA, expedida pela 1° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 181128.2005.8.26.0581;R.56 -PENHORA, expedida pela 2° Oficio Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0181043.2005.8.26.0581;AV.57 -PENHORA do imóvel, expedida pelo 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. n° 3005182-65.2013.8.26.0581, movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.58 -PENHORA do imóvel, expedida pelo 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. n° 000121189-89.2014.8.26, movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.59 -PENHORA do imóvel, expedido pelo 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. n° 0003187-34.2014..8.26.0581, movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.60 -PENHORA do imóvel, expedido pelo 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, no proc. n° 0001136-41.2000.8.26.0581, movido pelo Ministério da Fazenda;AV.61 -PENHORA do imóvel, nestes autos;AV.62 -PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu - 31ª Subseção Judiciária em São Paulo, no proc. n° 0002848-16.2016.403.6131, movido pela Fazenda Nacional;AV.63 -PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu - 31ª Subseção Judiciária em São Paulo, no proc. n° 0000544-78.2015.403.6131, movido pela Fazenda Nacional.CONSTA NO AUTO DE CONSTATAÇÃO E REAVALIAÇÃO:Sobre estes referidos terrenos ou sobre um deles encontra-se edificado umgalpão para uso industrial construído em alvenaria e estrutura metálica, coberto com telhas metálicas e com acabamento rústico de aproximadamente 3.000 metros quadrados.Ainda, os imóveis constatados encontram-se situados em área eminentemente industrial, está próxima à confrontação entre as Rodovias Marechal Rondon e João Mellão, pouco beneficiada pelos serviços públicos e com ausência de pavimentação asfáltica, atualmente com entrada pela Rua Domingos Calviti.

VALOR DA AVALIAÇÃO: R$  2.436.874,42 (Dois milhões e quatrocentos e trinta e seis mil e oitocentos e setenta e quatro reais e quarenta e dois centavos)

OBS.:  A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

94,8% DE IMÓVEL COMERCIAL

Lote 01: 94,8% DE IMÓVEL COMERCIAL

Valores atualizados

Avaliação31.242.206,29
Lance mínimo31.242.206,29
Incremento50.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas8

Localização: Avenida José Horácio Mellão, n°1365, São Manuel/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 0001992-53.2010.8.26.0581

RQTE: UNIÃO

RQDO:COOPERATIVA DE CAFEICULTORES DA ZONA DE SÃO MANUEL e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 03/03/2020 à partir das 14:00h, e encerramento no dia 06/03/2020 às 14:00h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 26/03/2020 às 14:00h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70%  (setenta por cento) última avaliação atualizada ou 80% do valor de avaliação atualizada, caso se trate de imóvel de incapaz. 

1º Leilão - Lance mínimo  R$31.242.206,29

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 21.869.544,40


DESCRIÇÃO:  94,8% do imóvel comercial com 81.921,21 m² - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: a) Uma gleba de terras na Chácara Santo Antônio, distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única com a área de 6.084,55 metros quadrados, dividindo e confrontando com propriedades que são ou foram de Theophilo Portella e Pedro Pagan Sobrinho, a 5 metros da estrada de rodagem para Avaré (hoje avenida José Horácio Mellão) e Valentim João Justo; b) uma gleba de terras com a área de 63.497,45 metros quadrados, contendo três armazéns, de tijolos e cobertos de eternit, cada um com 1.200 metros quadrados de construção, dividindo esta gleba com propriedade que são ou foram de Theophilo Portella e Pedro Pagan Sobrinho, Adão Dinkel, Antonio Campanha e Valentim João Justo; c) uma gleba de terras com a área de 6.659,35 metros quadrados na Chácara Santo Antônio e Olaria, neste distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, dividindo e confrontando com a Avenida José Horácio Mellão, com Theophilo Portella e Pedro Pagan Sobrinho e com a Cooperativa de Cafeicultores da Zona de São Manuel; d) Uma gleba de terras com a área  de 4.652,75 metros quadrados, na Chácara Santo Antônio e Olaria, distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, dividindo e confrontando com propriedades que são ou foram de Theophilo Portella e outro, com a Avenida José Horácio Mellão; e e) uma gleba de terras com a área de 5.520,00 metros quadrados, na Chácara Santo Antônio e Olaria, neste distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, dividindo e confrontando com propriedades que são ou foram da Cooperativa de Cafeicultores da Zona de São Manoel, S/A Paulista de Construções e Comércio e com a Avenida José Horácio Mellão. Os imóveis acima descritos nas letras “a” a “e” formam um só todo com a área total de 86.414,10 metros quadrados (ou 8ha. 64a. e 14,10ca.) e estão localizados na Zona urbana desta cidade, a Avenida José Horácio Mellão, antiga estrada de rodagem São Manuel - Avaré. Consta na av. 3 que foi desmembrado do imóvel uma área de 4.086,20m², destacada da mencionada gleba “b” a qual foi matriculada sob nº 3718 do CRI de São Manuel. Consta na av.7 o desmembramento de uma área de 226,96m², matriculado sob nº 10940 do CRI de São Manuel. Consta na av.8 o desmembramento de 180,00m² matriculado sob nº 11130 do CRI de São Manuel/SP. Consta no Auto de Avaliação que o terreno possui 81.921,21 metros quadrados (já considerados os desmembramentos feitos - conforme averbações n°s 3, 7 e 8 da matrícula) bem como aproximadamente 7.108,00 metros quadrados de construção e está localizado na Avenida José Horácio Mellão, n°1362 em São Manuel. Imóvel matrícula n° 21 do CRI de São Manuel/SP. 

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 31.242.206,29(Trinta e um milhões e duzentos e quarenta e dois mil e duzentos e seis reais e vinte e nove centavos)

ÔNUS:  Consta na referida matrícula 21: AV.17- PENHORA do imóvel, expedida pela 1º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 4186-65.2006.8.26.0581, movida por Estado de São Paulo; AV.18- PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0006476-77.2011.8.26.0581, movido por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru; AV.19- PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0000484-37.2017.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional; AV.20- PENHORA de 94,8% do imóvel, nestes autos; AV.21- PENHORA do imóvel, expedida pela 2º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 0007645-07.2008.8.26.0581, movida por Petrobras Distribuidora S/A; AV.22- PENHORA do imóvel, expedida pela 2º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 0005526-10.2007.8.26.0581, movida por Petrobras Distribuidora S/A; AV.23- PENHORA do imóvel, expedida pela 2º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 0002753-06.2018.8.26.0581, movida por Anna Maria de Oliveira Santarem.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

50% DE IMÓVEL COMERCIAL C/ 540,00M²

Lote 01: 50% DE IMÓVEL COMERCIAL C/ 540,00M²

Valores atualizados

Avaliação65.026,00
Lance mínimo65.026,00
Incremento1.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas13

Localização:Rua Zeca da Cunha, Junqueirópolis/SP

Fórum/Vara: VARA ÚNICA DA COMARCA DE JUNQUEIRÓPOLIS – SP

Nº do processo: 0001881-25.2018.8.26.0311

RQTE: APARECIDA ALVES

RQDO: RENATA CLAIRE GERASI e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 02/03/2020 à partir das 16:55h, e encerramento no dia 05/03/2020 às 16:55h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 25/03/2020 às 16:55h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  60%  (sessenta por cento) do valor da avaliação. 

1º Leilão - Lance mínimo  R$65.026,00

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 39.015,60


DESCRIÇÃO:  50% de um imóvel residencial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Um lote de terreno urbano sob nº 10 (dez) da quadra nº 46 (quarenta e seis), do loteamento desta cidade e comarca de Junqueirópolis, medindo 12,00m (doze metros) de frente para a Rua Zeca da Cunha, por 45,00m (quarenta e cinco metros) ditos da frente aos fundos, com 540,00 metros quadrados, confrontando-se de um lado com o lote nº 08 (matrícula nº 2609, desta serventia); de outro lado com os lotes nºs 14 (matrícula nº 403, desta serventia), 15 (matrícula nº 5442 desta serventia); e parte do lote nº 16 (matrícula nº 5480 desta serventia); e nos fundos com o lote nº9, todos da mesma quadra. Consta no auto de penhora e avaliação a construção de uma casa de tijolos muito velha. Imóvel matrícula nº 13537 do CRI de Junqueirópolis/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 65.026,00(Sessenta e cinco mil e vinte e seis reais)

ÔNUS:Não consta nos autos documentos probantes de eventuais ônus que recaiam sobre o bem.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL C/ 982,62 M²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL C/ 982,62 M²

Valores atualizados

Avaliação1.260.148,43
Lance mínimo1.260.148,43
Incremento10.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas11

Localização:  Engenheiro Coelho/SP

Fórum/Vara: VARA ÚNICA DA COMARCA DE ARTUR NOGUEIRA – SP

Nº do processo: 0700139-67.2011.8.26.0666

RQTE: BANCO DO BRASIL S/A

RQDO: COLÉGIO DELTA EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SC LTDA e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 02/03/2020 à partir das 14:10h, e encerramento no dia 05/03/2020 às 14:10h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 25/03/2020 às 14:10h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  50%  (cinquenta por cento) do valor da avaliação. 

1º Leilão - Lance mínimo  R$1.260.148,43

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 630.074,215


DESCRIÇÃO:  Imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: O terreno designado por lote “01-A”, resultante da unificação dos lotes 01, 02 e 03, da quadra “D”, situado no loteamento “Residencial Forner”, no município de Engenheiro Coelho, desta comarca, com a área de 982,62m², medindo 31,00 metros em reta, e 14,14 metros em arco de concordância, com frente para o prolongamento da Rua José Gazotto Sobrinho; 40,00 metros no fundo, confrontando com o remanescente do Sítio Santa Inês, de propriedade de Antonio Forner; 25,00 metros do lado direito, de quem da rua olha, confrontando com o lote 04; e 16,00 metros do lado esquerdo, confrontando com o remanescente do Sítio Santa Inês, propriedade de Antonio Forner. Cadastro Municipal: 03.105.200.2116-2117-2118. Consta no laudo de avaliação um imóvel de médio porte com 982,62m², onde encontra-se instalada o colégio denominado Colégio Delta Educação Básica e Profissional SC Ltda. Imóvel matrícula n° 50474 do CRI de Mogi Mirim/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 1.260.148,43(Um milhão, duzentos e sessenta mil, cento e quarenta e oito reais e quarenta e três centavos)

ÔNUS:Consta na referida matrícula:AV.1-HIPOTECA de 1° grau, em favor de Banco do Brasil S/A;R.2-HIPOTECA de 2° grau, em favor de Banco do Brasil S/A;AV.3-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Mogi Mirim, no proc. n° 0001147.07.2010.5.15.0022, movido por Maria do Rosário Rodrigues de Oliveira;AV.5-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Mogi Mirim, no proc. n° 0186700-64.2009.5.15.0022, movido por Paulo Marcelo Gouvea;AV.6-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Mogi Mirim, no proc. n° 0000246.05.2011.5.15.0022, movido por Ivani Aparecida Ribeiro Mendes;AV.7-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Mogi Mirim, no proc. n° 0001029.29.2011.5.15.0022, movido por Maria de Fátima Pereira Cardoso;AV.8-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Mogi Mirim, no proc. n° 0001752.16.2011.5.15.0022, movido por Carlos Rafael Duarte do Pateo;AV.9-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Mogi Mirim, no proc. n° 0001087-3.2010.5.15.0022, movido por Ana Cláudia Fontana; 

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência

IMÓVEL COMERCIAL A.T. 9.425,21 m²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL A.T. 9.425,21 m²

Valores atualizados

Avaliação1.061.745,10
Lance mínimo637.047,06
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas1622

Localização:Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, Osvaldo Cruz -SP

Fórum/Vara:1ª VARA DA COMARCA DE OSVALDO CRUZ – SP

Nº do processo:0002047-60.2018.8.26.0407

RQTE:UNIÃO FEDERAL

RQDO:IRMÃOS CAMPOY LTDA


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 22/03/2019 à partir das 10:00h, e encerramento no dia 25/03/2019 às 10:00h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 25/04/2019 às 10:00h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a60%(sessenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão  - Lance mínimo  R$1.061.745,10

2º Leilão  - Lance mínimo  R$ 637.047,06


DESCRIÇÃO: Um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma área de terras, de formato irregular, situada no perímetro urbano desta cidade e comarca de Osvaldo Cruz, medindo 9.425,21m² (nove mil, quatrocentos e vinte e cinco metros e cinte um centeesimo de metros quadrados) desmembrada de uma área maior de 12.479,45m², oriunda do desmembramento da antiga Chácara Água Boa, que mede e se confronta da forma seguinte: “Inicia no marco “00” cravado na divisa da propriedade de Irmãos Campoy Ltda, e à margem direita da Via de acesso à Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (sentido cidade/rodovia) no rumo 29º45’NE segue numa extensão de 97,00 metros margeando em toda sua extensão, a referida via de acesso, até encontrar o marco “01” cravado na divisa com a propriedade de Irmãos Campoy, digo Irmãos Romanini, daí deflete a direita, no rumo 61º30’SE seguindo numa distância de 97,53 metros, divisando em toda sua extensão com propriedade de Irmãos Romanini, até encontrar o marco 02, cravado na divisa da área remanescente e a propriedade de Irmãos Romanini, daí deflete a direita, no rumo de 29º451’SW seguindo numa distância de 97,00 metros divisando em toda sua extensão com a área remanescente até encontrar o marco 03 cravado na divisa com a propriedade de Irmãos Campoy Ltda, e a avenida Targino de Oliveira Lima, daí deflete à direita, no rumo de 31º30’NW seguindo uma distância de 96,25 metros divisando em toda a sua extensão com propriedade de Irmãos Campoy Ltda, até encontrar o marco “00” inicio deste roteiro, encerrando uma área formato irregular de 9.425,21m². Roteiro elaborado pelo Eng. Alonso Campoi Padrilha Junior. Consta no auto de penhora um barracão de concreto armado, aberto nas laterais, medindo aproximadamente 12x40 metros, com cobertura metálica, com uma extensão lateral que mede aproximadamente 12x20 metros, mais um barracão pequeno com banheiro de aproximadamente 35m². Imóvel matrícula nº 10621 do CRI de Osvaldo Cruz/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$1.061.745,10(Um milhão, sessenta e um mil, setecentos e quarenta e cinco reais e dez centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula:R.4-HIPOTECA de 1º grau, em favor de Banco do Estado de São Paulo S/A;R.5-PENHORA do imóvel, expedido pela 2ª Vara de Osvaldo Cruz, no proc. nº 092/1999, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;R.6-PENHORA do imóvel, expedido pela 2ª Vara de Osvaldo Cruz, no proc. nº 55/2004, movido por União;R.7-PENHORA do imóvel, expedido pela 2ª Vara de Osvaldo Cruz, no proc. nº 36/2004, movido por União;AV.8-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara de Osvaldo Cruz, no proc. nº 1002443-54.2017.8.26.0407, movido por Banco Bradesco S/A;AV.9-PENHORA do imóvel, nestes autos;AV.10-PENHORA do imóvel, expedido pela 2ª Vara de Osvaldo Cruz, no proc. nº 0001979-38.2003.8.26.0407, movido por Fazenda Nacional em Presidente Prudente;

OBS.:A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo  clique aqui.

Link googlemaps  clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

3,5% IMÓVEL COMERCIAL C/24.773,65M²

Lote 01: 3,5% IMÓVEL COMERCIAL C/24.773,65M²

Valores atualizados

Avaliação116.579,39
Lance mínimo116.579,39
Incremento1.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas10

Localização:SP-300 & SP-255, São Manuel/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 0005312-72.2014.8.26.0581

RQTE: UNIÃO

RQDO:CARIBEA INDUSTRIA MADEIREIRA LTDA e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 02/03/2020 a partir das 16:15h, e encerramento no dia 05/03/2020 a partir das 16:15h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 25/03/2020 a partir das 16:15h(ambos no horário de Brasília),  sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70%  (Setenta por cento) da última avaliação atualizada ou 80% do valor de avaliação atualizada, caso se trate de imóvel de incapaz. 

1º Leilão - Lance mínimo  R$116.579,39

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 81.605,57


DESCRIÇÃO:  3,5% de um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma área de terras com 24.773,65 metros quadrados, situada no distrito industrial de São Manuel, neste município e comarca de São Manuel, circunscrição única, que segundo planta e memorial descritivo assim se descreve: “Uma gleba de terras contendo 24.773,65 metros quadrados (vinte e quatro mil, setecentos e setenta e três metros e sessenta e cinco decímetros quadrados), desmembrado de área maior pertencente à Prefeitura Municipal de São Manuel, dentro do perímetro urbano de São Manuel, localizada junto ao encontro da SP-255  e SP-300, com a seguinte descrição perimétrica: partindo do marco 00 (zero-zero), localizado junto à cerca do D.E.R., nas divisas da SP-300, Kenji Sguiyama e Prefeitura Municipal de São Manuel, parte com azimute de 111º 30’ e distância de 240,00 metros atingindo aí o marco 0 (zero) ponto inicial do perímetro da área a ser desmembrada. Do marco 0 (zero) vai ao marco 01 (hum) com azimute de 114° 30’ e distância de 60 metros (sessenta); do marco 01 (hum) vai ao marco 02 (dois) com azimute de 23° e distância de 37,50m (trinta e sete metros e cinquenta centímetros); do marco 02 (dois) atinge o marco 03 (três) com azimute de 115° e distância de 48 metros; do marco 03 (três) desenvolve-se um arco de comprimento de 10,94 metros e raio de 22,00 metros, atingindo aí o ponto 04 (quatro); do marco 04 (quatro) vai ao marco 05 (cinco) com azimute de 143° e distância de 157,50 metros (cento e cinquenta e sete metros e cinquenta centímetros); do marco 05 (cinco) desenvolve-se uma curva com comprimento de 75,43 metros e raio de 86,00 metros atingindo aí o ponto 06 (seis); do marco 06 (seis) vai ao ponto 07 (sete) com azimute de 193° e distância de 56,00 metros; do marco 07 (sete) desenvolve-se uma curva de comprimento igual a 1715 metros e raio de  7,50 metros, atingindo aí o ponto oito; do marco oito vai ao marco nove com azimute de 323° e distância de 236,50 metros; do marco nove vai ao marco 10 com azimute de 310° e distância de 32,50 metros; do marco dez vai ao marco onze com azimute de 299° e distância de 33,50 (trinta e três metros e cinquenta centímetros); do marco onze desenvolve-se um arco de raio igual a 14,50 metros e comprimento igual 17,63 metros atingindo o ponto doze; do marco doze vai ao ponto inicial zero com azimute de 358° 30’ e distância de 31,50 metros, completando-se a gleba com 24.773,65 metros quadrados”. Consta no auto de avaliação que sobre o imóvel foi construído os seguintes bens: um prédio industrial, de tijolos e coberto de telhas, situado no Distrito Industrial, nº 205, contendo um galpão, sanitário, sala própria para assistência médica, escritório, com 950,223 metros quadrados, o qual foi posteriormente foi ampliado passando a ter mais dois galpões, sendo um com banheiro, dois escritórios, banheiro, área de circulação, instalações elétrica e sanitária com 308,00 metros quadrados, encerrando uma área construída de 1.258,23 metros quadrados. AV.4 - Consta a construção no imóvel de um prédio industrial, de tijolos e coberto de telhas, situado no Distrito Industrial, n° 205, contendo um galpão, sanitário, sala própria para assistência médica, escritório, com 950,23 metros quadrados, o qual posteriormente foi ampliado passando a ter mais dois galpões, sendo um com banheiro, dois escritórios, banheiro, área de circulação, instalações elétrica e sanitária com 308,00 metros quadrados, encerrando uma área construída de 1.258,23 metros quadrados. AV.5 - Consta a construção de um pavilhão, de tijolos e coberto de telhas, com a área coberta de 1.734,61 metros quadrados, situado no Distrito Industrial. Imóvel Matriculado sob n° 3.610 no CRI deSão Manuel-SP. 

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 116.579,39(Cento e dezesseis mil, quinhentos e setenta e nove reais e trinta e nove centavos)

ÔNUS:Consta na referida matrícula: R.6-PENHORA da fração ideal de 3/10 do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel, no proc. n° 13/2005, movido por Instituto Nacional de Seguro Social - INSS;R.7-PENHORA da fração ideal de 4% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 12/2005, movido por Instituto Nacional de Seguro Social - INSS;R.8-PENHORA da fração idealde 1/10% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.001236-0/ controle n° 57/05, movido por Instituto Nacional de Seguro Social - INSS;R.9-PENHORA da fração ideal correspondente a 40% do imóvel, expedido pelo 2° Ofício Cível da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 43/07, movido por União;AV.10-PENHORA da totalidade do remanescente do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2007.004727-5, Ordem n° 79/07, movido por Instituto Nacional do Seguro Social - INSS;AV.11-PENHORA da fração ideal de 3,30% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2001.000587-7, Ordem n° 80/01, movido por Fazenda Nacional;AV.12-PENHORA da fração ideal correspondente a 2,36% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2004.002647-2, movido por Fazenda Nacional do Estado de São Paulo;AV.13-PENHORA da fração ideal correspondente a 4,70% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no  proc. n° 581.01.2004.002313-7, movido por Fazenda Nacional do Estado de São Paulo; AV.14-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2011.001919-2, Ordem n° 076/2011, movido por Fazenda Nacional do Estado de São Paulo;AV.15-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP,  no proc. n° 15/2005, movido por Fazenda Nacional;AV.16-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 93/2009, movido por União;AV.17-PENHORA da fração ideal de 11,77% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 93/2009, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;AV.18-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara de São Manuel-SP, no proc. n° 259/2010, movido por União;AV.19-PENHORA da fração ideal de 11,7777% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 451/2009, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;AV.20-PENHORA da fração ideal correspondente a 4,07% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 17/2005, movido por Fazenda Nacional;AV.21-PENHORA do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 0003655-71.2009.8.26.0581, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;AV.22-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 0000751-78.2009.8.26.0581, movido por Estado de São Paulo;AV.23-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 42393620128260581, movido por Estado de São Paulo;AV.24-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 13421620048260581, movido por Estado de São Paulo;AV.25-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 44833320108260581, movido por Estado de São Paulo;AV.26-PENHORA do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 2313982004, movido por Secretaria de São Paulo;AV.27-PENHORA do imóvel, expedida pela Vara do Trabalho da Comarca de Botucatu-SP (TRT-15ª Região), no proc. n° 0025300-03.2007.5.15.0025, movido por Kate Cilene Roberta Rodrigues da Cruz;AV.28-PENHORA da fração ideal de 27,50% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício de São Manuel, no proc. nº 3005184-35.2013.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.29-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Botucatu, no proc. nº 0175500-22.2007.5.15.0025, movido por Vera Lucia de Mello Tineu;AV.30-PENHORA da fração ideal de 3,50% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0005313-72.2014.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.32-PENHORA de 50% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0003267-37.2010.826.0581, movido por Ministério da FazendaAV.33-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0001536-35.2015.8.26.0581, movido por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.34-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0002373-17.2017.8.26.0581, movido por Cia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - SABESP.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL/INDUSTRIAL, ~16 HA

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL/INDUSTRIAL, ~16 HA

Valores atualizados

Avaliação15.582.061,63
Lance mínimo15.582.061,63
Incremento100.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas64

Localização: Rua Rodovia Marechal Rondon KM 274, São Manuel/SP

Fórum/Vara: 1ª VARA DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 1001671-20.2018.8.26.0581

RQTE: PEDRO FERNANDES LARA

RQDO: SOLETROL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 03/02/2020 à partir das 16:50h, e encerramento no dia 06/02/2020 às 16:50h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 02/03/2020 às 16:50h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  60%  (sessenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão - Lance mínimo  R$15.582.061,63

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 9.349.236,97


DESCRIÇÃO:  Imóvel Comercial/Industrial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma gleba de terras destacada do Sítio Santo Antônio, neste distrito, município e comarca de São Manuel, Estado de São Paulo, circunscrição única, designada por Gleba 02, formada por um polígono irregular, com a área total de 160.765,70 metros quadrados ou 16,0765 hectares ou ainda 6,6432 alqueires paulistas, cuja descrição inicia pelo marco denominado 17, localizado junto a Rodovia Marechal Rondon (SP300), área desmembrada e a referida propriedade, para daí seguir em direção ao marco 05 com rumo magnético de 4°58’49”NW por uma distância de 79,30 metros, confrontando entre os marcos 17 e 05 com a Rodovia Marechal Rondon (SP 300); daí deflete à direita e segue em direção ao marco 06 com rumo magnético de 49°00’32”NE por uma distância de 92,51 metros; daí deflete à esquerda e segue em direção ao marco 07 com rumo magnético de 38°23’35”NW por uma distância de 145,58 metros, confrontando entre os marcos 05 e 07 com a propriedade da Prefeitura Municipal de São Manuel; daí deflete à direita e segue em direção ao marco 08, localizado junto à Rodovia João Mellão (SP 255) com rumo magnético de 34°01’39”NW por uma distância de 396,29 metros, confrontando entre os marcos 07 e 08 com a propriedade da Soletrol Indústria e Comércio Ltda; daí deflete à direita e segue pela Rodovia João Mellão (SP 255) em direção ao marco 09 com rumo magnético de 54°33’20”NE por uma distância de 24,46 metros; daí deflete à direita e segue pela Rodovia João Mellão (SP255) em direção ao marco 10 com rumo magnético de 54°55’07”NE por uma distância de 46,05 metros; daí deflete à esquerda e segue pela Rodovia João Mellão (SP 255) em direção ao marco 11 com rumo magnético de 54°55”07”NE por uma distância de 46,05 metros; daí deflete à esquerda e segue pela Rodovia João Mellão (SP 255), em direção ao marco 12 com rumo magnético de 53°42’50”NE por uma distância de 82,63 metros, confrontando entre os marcos 08 e 12 com a Rodovia João Mellão (SP 255); daí deflete à direita e segue em direção ao marco 13 com rumo magnético de 74°9’15”SE por uma distância e 66,30 metros; daí deflete à direita e segue em direção ao marco 14 com rumo magnético de 68°58’00”SE por uma distância de 111,86 metros; daí deflete à direita e segue em direção ao marco 15 com rumo magnético de 60°54’58”SE por uma distância de 85,78 metros; daí deflete à direita e segue em direção ao marco 16 com rumo magnético de 54°32’33”SE por uma distância de 83,13 metros; daí deflete à direita em direção ao marco 18 com rumo magnético de 46°11’07”SE por uma distância de 91,48 metros, confrontando entre os marcos 12 e 18 com a propriedade da Companhia Ferroviária Federal (antiga FEPASA - Ferrovia Paulista S/A); daí deflete à direita e segue em direção ao marco 17 (inicial) com rumo magnético de 26°29’51”SW por uma distância de 508,35 metros, confrontando entre os marcos 18 e 17 com a área desmembrada 01, fechando-se assim o perímetro e encerrando a descrição. Consta no Laudo de Avaliação que o imóvel está localizado á Rua Rodovia Marechal Rondon KM 274 em São Manuel/SP. Imóvel matrícula 16291 do CRI de São Manuel/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO: R$ 15.582.061,63(Quinze milhões, quinhentos e oitenta e dois mil, sessenta e um reais e sessenta e três centavos) para Outubro/2019.

ÔNUS: Consta na referida matrícula:AV.7-DISTRIBUIÇÃO de ação, expedido pelo Serviço de Distribuição Cível do Foro Comarca São José dos Campos, no proc. nº 4002082-97.2013.8.26.0577, movido Paulo Roberto Neves Fernandes;AV.11-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1° Ofício Judicial Comarca de São Manuel, no proc. nº 337/2006, movido por União;AV.12-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2° Ofício Judicial Comarca de São Manuel, no proc. nº 004690-37.2007.8.26.0581, movido por Centro de Gestão de Meios de Pagamento S/A;AV.13-DISTRIBUIÇÃO de ação, expedido pelo 3ª Vara Cível da comarca de São José dos Campos, no proc. nº 1017755-16.2015.8.26.0577, movido por Paulo Roberto Neves Fernandes;AV.14-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Botucatu, , no proc. nº 0032500-61.2007.5.15.0025, movido por Geraldo José Plese;AV.15-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1° Ofício Judicial Comarca de Cotia, no proc. nº 0008850-10.2002.8.26.0152, movido por Pedro Fernandes Lara;AV.16-PENHORA do imóvel, expedido pelo Juizado Especial Cível da Comarca de Santos, no proc. nº 0003797-35.2009.8.26.0562, movido por Jorge Mariano;AV.17-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0002052-65.2006.8.26.0581, movido por Ministério Público;AV.18-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0003715-39.2012.8.26.0581, movido por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.19-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2ª Vara do Trabalho de Lençóis Paulista, no proc. nº 00010424-78.2015.5.15.0149, movido por Conceição Aparecida Raimundo de Jesus;AV.20-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 5001301-79.2018.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional.

OBS.:  A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL INDUSTRIAL C/ APROX. 3.000M²

Lote 01: IMÓVEL INDUSTRIAL C/ APROX. 3.000M²

Valores atualizados

Avaliação1.805.676,96
Lance mínimo1.805.676,96
Incremento10.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas97

Localização:Avenida F, São Manuel/SP

Fórum/Vara:  2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 0002887-92.2002.8.26.0581

RQTE: INSS INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL

RQDO: POLIFIBER INDUSTRIA E COMÉRCIO  LTDA e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 07/11/2019 a partir das 14:35h, e encerramento no dia 13/11/2019 a partir das 14:35h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 11/12/2019 a partir das 14:35h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70% (Setenta por cento) da última avaliação atualizada ou 80% do valor de avaliação atualizada, caso se trate de imóvel de incapaz.

1º Leilão - Lance mínimo  R$1.805.676,96

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 1.263.973,87


DESCRIÇÃO:  IMÓVEL INDUSTRIAL - consistente em UM PRÉDIO CONSTRUÍDO EM ESTRUTURA METÁLICA E ALVENARIA, medindo aproximadamente 3.000 m², localizado no distrito de Aparecida de São Manuel, município e comarca de São Manuel,  constante em duas matrículas – Matrículas números 7.727 e 7.729 do livro 02 do Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de São Manuel/SP, cuja averbação não consta nas matrículas, conforme descrição dos lotes a seguir: 

DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA n° 7727 no CRI de São Manuel-SP:Um lote de terreno sob n° 02 (dois), da Quadra E, do desmembramento denominado Chácaras água da Rosa, no distrito de Aparecida de São Manuel, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, com a área de 7.571,16 metros quadrados, com as seguintes medidas e confrontações: com frente para a RUA E mede, 116,25 metros; do lado direito confronta com o lote n° 3, Quadra E, mede 50,76 metros; do lado esquerdo confronta com o lote n° 1, Quadra E, mede 73,00 metros; aos fundos confronta  com o lote n° 4 e uma área pertencente a P.M.S.M.; mede 131,50 metros. Imóvelmatriculado sob n° 7727no CRI deSão Manuel-SP. 

ÔNUS:Consta noR.5da matrículaPENHORA do imóvel, nos Autos da Execução Fiscal n° 153/96, da 1ª Vara Cível da Comarca de São Manuel/SP.R.6PENHORA,expedida pela 2ª Vara de São Manuel – SP, Execução Fiscal proc. n° 682/98.R.7 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel, Execução Fiscal proc. n° 117/99 movido pela Fazenda do Estado de São Paulo.R.8 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 062/03.R.9 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 051/03.R.10 - PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°052/03.R.11 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°047/04.R.12 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°230/04.R.13 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 234/04.R.14 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 39/05.R.15 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 124/04.R.16 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 046/05.R.17 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 047/05.R.18 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 055/05.R.19 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 122/05.R.20 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°106/06.R.21 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 10/06.R.24 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 026/07.R.25 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 70/2007.R.26 - PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 755/06.R.27 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 014/99.R.28 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 59/05.R.29 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 043/03.R.30 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 052/07.R.31 -PENHORA, expedidapela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 69/08.R.32 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 692/98.R.33 –PENHORA do imóvel,pela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 90/09.AV.34 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, nos autos da Execução Fiscal proc. n° 94/09.AV.36 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 84/09.AV.37 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2009.003653-1 (n. de Ordem 105/09).AV.38 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2002.002887-0 (n. de Ordem 323/02).AV.39 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2000.002104-4 (n° de Ordem 72/00).AV.40 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.004486-5 (n° de ordem 227/10).AV.41 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2007.001402-4 (n° d ordem 26/07).AV.42 -PENHORA, expedidapela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.0077602-1 (n° de ordem 904/10).AV.43 -PENHORA, expedidapela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.003269-1 (n° de ordem 169/10).AV.44 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 25/2000.AV.45Consta que foi decretada a FALÊNCIA de POLIFIBER IND. E COM. LTDA, nos autos n° 581.01.2009.007013-1, ordem n° 1392/2009.R.46Consta que diante do julgamento de agravo de instrumento foi REVOGADA A FALÊNCIA de POLIFIBER IND. E COM. LTDA, constante na AV.45.R.47 -PENHORA, expedidapela Vara do Trabalho de Botucatu-SP/TRT da 15ª Região, nos autos do proc. n° 0131500-10.2002.5.15.0025, ação trabalhista movida por José Luiz Maziero.AV.48 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 262005.AV.49 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0001867-66.2002.8.26.0581.R.50 –PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 181128.2005.8.26.0581.R.51 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0181043.2005.8.26.0581;AV.52-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 000121189-89.2014.8.26.0581, movido por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.53-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0000070-94.1998.8.26.0581, movido por União - Fazenda Nacional;AV.54-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0001136-41.2000.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.55-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0002848-16.2016.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional;AV.56-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0000544-78.2015.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional;AV.57- PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0007003-29.2011.8.26.0581, movido por Município de São Manuel;AV.58-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0002000-63.2015.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional;AV.59-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Vara Federal de Botucatu/SP, no proc. nº 0002143-18.2016.403.6131, movido Fazenda Nacional.

MATRÍCULA n° 7729 no CRI de São Manuel-SP:Um lote de terreno sob n° 04, quadra “E” do desmembramento denominado Chácara Água da Rosa, no distrito de Aparecida de São Manuel, município e comarca de São Manuel, circunscrição única,com área de 5.000,21m², com as seguintes medidas e confrontações: - com frente para AVENIDA “F” (Rua Guilherme Ortolan), mede 97,61 metros; do lado direito confronta com uma área de P.M.S.M., mede 57,40 metros; do lado esquerdo confronta com o lote 03, quadra “E”, mede 43,57 metros; aos fundos confronta com o lote 02, quadra “E”, mede 101,24 metros.Imóvelmatriculado sob n° 7729no CRI deSão Manuel-SP. 

ÔNUS:Consta na matrículaR.6PENHORA,expedida pela 2ª Vara de São Manuel – SP, Execução Fiscal proc. n° 682/98.R.7 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel, Execução Fiscal proc. n° 117/99 movido pela Fazenda do Estado de São Paulo.R.8 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 062/03.R.9 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 051/03.R.10 - PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°052/03.R.11 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°047/04.R.12 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°230/04.R.13 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 234/04.R.15 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 39/05.R.16 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 124/04.R.17 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 046/05.R.18 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 047/05.R.19 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 055/05.R.20 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 122/05.R.21 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n°106/06.R.22 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial Cível São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 107/06.R.25 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 026/07.R.26 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 70/07.R.27 - PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 755/06.R.28 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 014/99.R.29 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 59/05.R.30 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 043/03.R.31 -PENHORA, expedidapela 1ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 052/07.R.32 -PENHORA, expedidapela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 69/08.R.33 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 692/98.R.34 –PENHORA, correspondente a fração ideal de 1% do imóvel a que se refere a presente matrícula, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 042/99.R.35 -PENHORA, correspondente a fração ideal de 1% do imóvel a que se refere a presente matrícula, expedidapela 1ª V.C. de Americana/SP, nos autos da ação de cobrança proc. n° 1494/05.R.36 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 90/09.R.37 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial Cível de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 94/09.R.38 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 84/09.R.39 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2009.003653-1(n° de ordem 105/09).R.40 -PENHORA, expedidapela ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2002.002887-0 (n° de ordem 323/02).R.41 -PENHORA, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2000.002104-4 (n° d ordem 72/00).R.42 -PENHORA, expedidapela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.004486-5 (n° de ordem 227/10).R.43 -PENHORA, expedidapela 1ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.0077602-1 (n° de ordem 904/10).R.44 -PENHORA, correspondente a fração ideal de 4% do imóvel a que se refere a presente matrícula, expedidapela 2ª V.C. de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 581.01.2010.003269-1 (n° de ordem 169/2010).R.45 -PENHORA, expedidapela 2ª Vara de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 25/00.R.47 –PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 474/1998.R.50 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 243/11.R.51 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° de ordem 31/03.R.52 -PENHORA, expedidapela Vara do Trabalho de Botucatu/SP – TRT 15 da 15ª Região, extraído dos autos do proc. n° 0131500-10.2002.5.15.0025 RTOrd, ação trabalhista movida por José Luiz Maziero.R.53 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 262005.R.54 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0001867-66.2002.8.26.0581.R.55 -PENHORA, expedidapela 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 181128.2005.8.26.0581.R.56 -PENHORA, expedidapela 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0181043.2005.8.26.0581;R.57PENHORA, expedida pelo 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 3005182-65.2013.8.26.0581 movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru ;R.58PENHORA, expedida pelo 2° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 000121189-89.2014.8.26.0581 movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru; R.59PENHORA, expedida pelo 1° Ofício Judicial de São Manuel/SP, Execução Fiscal proc. n° 0003187-34.2014.8.26.0581 movido pela Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.60-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0001136-41.2000.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.61-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0000070-94.1998.8.26.0581, movido por União - Fazenda Nacional;AV.62-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0002848-16.2016.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional;AV.63-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0000544-78.2015.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional;AV.64-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0002000-63.2015.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional;AV.65-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 3002678-86.2013.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.66-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0002143-18.2016.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$   1.805.676,96(Um milhão, oitocentos e cinco mil, seiscentos e setenta e seis reais e noventa e seis centavos)

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL C/  81.921,21 M²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL C/ 81.921,21 M²

Valores atualizados

Avaliação25.460.259,92
Lance mínimo25.460.259,92
Incremento50.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas221

Localização:Av. José Horácio Mellão, São Manuel - SP

Fórum/Vara: 2ª VARA DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 0005526-10.2007.8.26.0581

RQTE: PETROBRAS DISTRIBUIDORA SA

RQDO: COOPERATIVA DE CAFEICULTORES DA ZONA DE SÃO MANUEL


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 11/12/2019 à partir das 15:40h, e encerramento no dia 16/12/2019 às 15:40h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 03/02/2020 às 15:40h  (ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70%  (setenta por cento) da última avaliação atualizada ou 80% do valor de avaliação atualizada, caso se trate de imóvel de incapaz.

1º Leilão - Lance mínimo  R$25.460.259,92

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 17.822.181,94


DESCRIÇÃO:  Imóvel comercial com 81.921,21 m² - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: a) Uma gleba de terras na Chácara Santo Antônio, distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única com a área de 6.084,55 metros quadrados, dividindo e confrontando com propriedades que são ou foram de Theophilo Portella e Pedro Pagan Sobrinho, a 5 metros da estrada de rodagem para Avaré (hoje avenida José Horácio Mellão) e Valentim João Justo; b) uma gleba de terras com a área de 63.497,45 metros quadrados, contendo três armazéns, de tijolos e cobertos de eternit, cada um com 1.200 metros quadrados de construção, dividindo esta gleba com propriedade que são ou foram de Theophilo Portella e Pedro Pagan Sobrinho, Adão Dinkel, Antonio Campanha e Valentim João Justo; c) uma gleba de terras com a área de 6.659,35 metros quadrados na Chácara Santo Antônio e Olaria, neste distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, dividindo e confrontando com a Avenida José Horácio Mellão, com Theophilo Portella e Pedro Pagan Sobrinho e com a Cooperativa de Cafeicultores da Zona de São Manuel; d) Uma gleba de terras com a área  de 4.652,75 metros quadrados, na Chácara Santo Antônio e Olaria, distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, dividindo e confrontando com propriedades que são ou foram de Theophilo Portella e outro, com a Avenida José Horácio Mellão; e e) uma gleba de terras com a área de 5.520,00 metros quadrados, na Chácara Santo Antônio e Olaria, neste distrito, município e comarca de São Manuel, circunscrição única, dividindo e confrontando com propriedades que são ou foram da Cooperativa de Cafeicultores da Zona de São Manoel, S/A Paulista de Construções e Comércio e com a Avenida José Horácio Mellão. Os imóveis acima descritos nas letras “a” a “e” formam um só todo com a área total de 86.414,10 metros quadrados (ou 8ha. 64a. e 14,10ca.) e estão localizados na Zona urbana desta cidade, a Avenida José Horácio Mellão, antiga estrada de rodagem São Manuel - Avaré. Consta na av. 3 que foi desmembrado do imóvel uma área de 4.086,20m², destacada da mencionada gleba “b” a qual foi matriculada sob nº 3718 do CRI de São Manuel. Consta na av.7 o desmembramento de uma área de 226,96m², matriculado sob nº 10940 do CRI de São Manuel. Consta na av.8 o desmembramento de 180,00m² matriculado sob nº 11130 do CRI de São Manuel/SP. 

Consta no Auto de Avaliaçãoque o imóvel está situado no perímetro urbano de São Manuel, em uma das áreas mais valorizadas da cidade, possui várias construções e benfeitorias, tais como: galpões, silos, escritório, coberturas diversas, um posto de combustíveis e serviços e prédio para comércio (padaria, lanchonete e loja). O terreno possui81.921,21 metros quadrados(já considerados os desmembramentos feitos - conforme averbações n°s 3, 7 e 8 da matrícula) bem como aproximadamente7.000,00 metros quadrados de construção(sendo 1.000m² para o posto de combustíveis e serviços e lojas - padaria, lanchonete e loja - e 6.000,00m² para as demais benfeitorias) todas do tipo alvenaria, alvenaria com estrutura metálica e/ou apenas cobertura.a) do terreno:pesquisas feitas dão conta do valor de R$ 500,00 o m² da terra nua para uma pequena faixa na parte frontal do terreno (frente para a Av. José Hóracio Mellão) e esquina com a Rua Marcelo Giorgi, bem como R$200,00 para as demais faixas (parte encravada dentro da propriedade), sendo esta a parte maior do imóvel. Concluiu-se, assim, pela estimativa de R$ 250,00 para o m² de terra nua atribuído como valor médio a ser considerado para efeito  de cálculo total da área.b) das benfeitorias:considerou-se para o cálculo das benfeitorias no posto de combustíveis e lojas (padaria, lanchonete e loja) o valor de R$ 1.200,00 para o m² de construção (padrão médio) e para as demais benfeitorias  (galpões, silos coberturas, escritório) o valor de R$ 500,00 o metro quadrado de construção (padrão inferior), a serem considerados para o cálculo final do valor das benfeitorias.Imóvel matriculado sob n° 21 do CRI de São Manuel/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO: R$ 25.460.259,92(Vinte e cinco milhões, quatrocentos e sessenta mil, duzentos e cinquenta e nove reais e noventa e dois centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula 21:R.13-HIPOTECA de 1° grau do imóvel, em favor de Banco do Brasil S/A; AV.17-PENHORA do imóvel, expedida pela 1º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 4186-65.2006.8.26.0581, movida por Estado de São Paulo;AV.18-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de São Manuel, no proc. nº 0006476-77.2011.8.26.0581, movido por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.19-PENHORA do imóvel, expedido pela 1ª Vara Federal de Botucatu, no proc. nº 0000484-37.2017.4.03.6131, movido por Fazenda Nacional; AV.20-PENHORA do imóvel, expedida pela 2º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 0001992-53.2010.8.26.0581, movida por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.21-PENHORA do imóvel, expedida pela 2º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 0007645-07.2008.8.26.0581, movida por Petrobras Distribuidora S/A;AV.22-PENHORA do imóvel, nestes autos;AV.23-PENHORA do imóvel, expedida pela 2º Oficio Judicial de São Manuel, Proc. n° 0002753-06.2018.8.26.0581, movida por Anna Maria de Oliveira Santarem.

OBS.:  A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

CLUBE DE CAMPO C/ 1,94 ALQ

Lote 01: CLUBE DE CAMPO C/ 1,94 ALQ

Valores atualizados

Avaliação1.911.416,75
Lance mínimo1.911.416,75
Incremento5.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas206

Localização: Monte Alto/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA DA COMARCA DE MONTE ALTO – SP

Nº do processo: 0007238-53.2011.8.26.0368

RQTE: FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO

RQDO: FUNDIÇÃO ZUBELA SA 


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 12/12/2019 à partir das 14:35h, e encerramento no dia 17/12/2019 às 14:35h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 04/02/2020 às 14:35h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  50%  (cinquenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão - Lance mínimo  R$1.911.416,75

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 955.708,37


DESCRIÇÃO:  65% de um imóvel - Clube de Campo (1,94 alqueires dentro de 2,9907 alqueires )- DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma área de terras composta de03 (três) alqueires, ou sejam, 7,26,00ha, sem benfeitorias, situada neste distrito, município e comarca de Monte Alto, no “Sítio São Luiz”, confrontando-se com imóvel de José Carlos de Souza Lima, João Valente da Costa, Osvaldo Namba e Dorival Madeu, todos sucessores de Bento Affonso de André e irmãos; com Luiz Antonio GUimarães, Albino Pinto Órfão e Michel Bahdur, estes sucessores de Juvenal Bovelli; e finalmente com o remanescente do imóvel de Maria Inforsati Matioli e outros. Consta na Av.3 a retificação da área sendo que o imóvel possui a área de 7,2374has ou 2,9907 alqueires de terras, compreendida dentro do seguinte roteiro perimétrico: “Tem início em um ponto comum de divisas, denominado de vértice (01), situado entre a Fazenda São Luiz (gleba B), propriedade de José Carlos de Souza Lima (matr. nº 8.599), o sítio São Luiz, propriedade de Isabel Cristina D’Amico (matr. 11.691) e a área em descrição; dai, segue com azimute de 78°22’49” e distância de 180,11 metros, até o vértice (02), confrontando pela esquerda do vértice (01) ao (02) com o Sítio São Luiz, propriedade de Isabel Cristina D’Amico (matr. 11.961); dai, segue com azimute de 141°17’22” e distância de 278,65 metros, até o vértice (03); daí, segue com azimute de 229°08’28” e distância de 160,93 metros, até o vértice (04), confrontando pela esquerda do vértice (02) ao (04) com o Sítio São Luiz, propriedade de Maria Inforcatti Matioli e outros, sucessor José Flávio GOnçalves ( matr. 11.692); daí, segue com o azimute de 229°08’28” e distância de 20,60 metros, até o vértice (05); daí, segue com o azimute de 303°11’30” e distância de 153,69 metros, até o vértice (06); daí, segue com o azimute de 301°59’15” e distância de 53,66 metros, até o vértice (07); daí, segue com o azimute de 304°05’33” e distante de 6,83 metros, até o vértice (08); daí, segue com o azimute de 306°45’38” e distância de 3,87 metros, até o vértice (09); daí, segue com o azimute de 306°33’27” e distância de 3,63 metros, até o vértice (10); daí, segue com o azimute de 308°41’05” e 308°34’25” e distância de 8,38 metros, até o vértice (12); daí, segue com o azimute de 313°43’03” e distância de 6,55 metros, até o vértice (13); daí, segue com o azimute de 326°29’23” e distância de 328°04’36” e distância de 6,81 metros, até o vértice (15), confrontando pela esquerda do vértice (04) ao (15) com a CHácara Santa Rosa (Gleba 1), propriedade da Companhia de Melhoramentos Villa Real S/C Ltda. (mat. nº 17.296); daí, segue com o azimute de 357°16’58” e distância de 89,89 metros, até o vértice (16), confrontando pela esquerda do vértice (15) ao (16) com a Fazenda São Luiz (gleba A), propriedade do Veteranos Esporte Clube Monte Alto (Vecma - Matr. nº 11.277); dai, segue com o azimute de 358°38’55” e distância de 10,00 metros até o vértice (17), confrontando pela esquerda do vértice (16) ao (17) com a Estrada Secundária que interliga a Rua Paraíba do Jardim Paulista, propriedade da Prefeitura Municipal de Monte Alto; daí, segue com o azimute de 357°23’26” e distância de 56,97 metros, até o vértice (01), confrontando pela esquerda do vértice (17) ao (01) com a Fazenda São Luiz (gleba B), propriedade de José Carlos de Souza Lima (matr. nº 8.599), chegando ao vértice inicial da descrição deste perímetro. Consta no auto de avaliação que foi edificado um clube contendo sede, piscinas, salão de festas, vestiário, guarita, solário, quadra de bocha, churrasqueira ou quiosques, edículas, escada entre salão de festas e a quadra de bocha, campos de futebol gramado e de areia, reservatório elevado de água e outros.Imóvel matrícula nº 10.991 do CRI de Monte Alto/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO: R$ 1.911.416,75(Um milhão, novecentos e onze mil, quatrocentos e dezesseis reais e setenta e cinco centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula:AV.10-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 3º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 0004305-05.2014.8.26.0368, movido por Ministério da Fazenda;AV.11-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 3º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 0003997-37.2012.8.26.0368, movido por Ministério da Fazenda;AV.12-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 1450-99, movido por União;AV.13-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 3º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 0004146-38.2009.8.26.0368, movido por Ministério da Fazenda;AV.14-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 1987-13, movido por União;AV.15-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 1011/14, movido por União;AV.16-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 324/03, movido por Fazenda Nacional;AV.17-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 92/07, movido por União;AV.18-PENHORA de 65% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial da Comarca de Monte Alto, no proc. nº 0000182-23.1998.8.26.0368, movido por Procuradoria Geral do Estado;AV.19-PENHORA de 65% do imóvel, nestes autos.

OBS.:  A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL C/ 534,36 M²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL C/ 534,36 M²

Valores atualizados

Avaliação1.110.438,93
Lance mínimo1.110.438,93
Incremento5.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas177

Localização: Rua Cel. Alves Seabra 5-15, Bauru/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE BAURU – SP

Nº do processo: 1029010-97.2016.8.26.0071

RQTE: GERMAX COMÉRCIO DE TINTAS, MÁQUINAS E FERRAMENTAS LTDA

RQDO: VANACAR FUNILARIA E PINTURA DE AUTOS LTDA ME


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 12/12/2019 à partir das 15:05h, e encerramento no dia 17/12/2019 às 15:05h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 04/02/2020 às 15:05h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70%  (setenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão - Lance mínimo  R$  1.110.438,93

2º Leilão - Lance mínimo  R$  777.307,25


DESCRIÇÃO:  Um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Um terreno, de domínio pleno, situado na Vila Seabra, desta cidade de Bauru, medindo 28,30 metros de frente para a Rua São Lourenço; 16,80 metros de um lado dividindo com a Rua Alves Seabra, quarteirão cinco, lado par, com a qual faz esquina; 19,80 metros de outro lado dividindo com Leonidas Simonetti e 30,10 metros nos fundos, dividindo com Antonio Balaminuti. Imóvel esse cadastrado na Prefeitura sob nº 4/278/6. Consta na Av.2 a construção de um prédio comercial, de alvenaria de tijolos, terreno, contendo 1 salão para depósito contendo internamente 1 chaveiro, 1 .c. e 1 circulação que recebeu o nº 5-15 pela Rua Cel. Alves Seabra. Consta no laudo de avaliação que a área do terreno é de 534,36m² com as seguintes benfeitorias: 1 galpão térreo com 489,21m² contendo duas salas escritório, banheiro no escritório, estufa, laboratório, banheiro para funcionários, cozinha, 1 mezanino com 65,00m² sendo duas salas e banheiro, 1 mezanino com 35,00m² sendo uma sala e 1 mezanino com 36,25m² sendo uma sala. Imóvel matrícula n° 3.354 do 2° CRI de Bauru/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 1.110.438,93(Um milhão, cento e dez mil, quatrocentos e trinta e oito reais e noventa e três centavos)

ÔNUS:  Conforme fls. 363, consta Débitos Tributários no valor de R$ 8.970,97 (Oito mil, novecentos e setenta reais e noventa e sete centavos). 

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

50% DE UM IMÓVEL COMERCIAL

Lote 01: 50% DE UM IMÓVEL COMERCIAL

Valores atualizados

Avaliação44.776,60
Lance mínimo44.776,60
Incremento1.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas641

Localização:Rua Faustino Ribeiro da Silva nº 12, Piratininga/SP

Fórum/Vara: VARA ÚNICA DA COMARCA DE PIRATININGA – SP

Nº do processo: 1000238-59.2018.8.26.0458

RQTE: BANCO SAFRA S/A

RQDO: SUPERBOM SUPERMERCADOS LTDA e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 05/11/2019 à partir das 14:05h, e encerramento no dia 11/11/2019 às 14:05h;não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 09/12/2019 às 14:05h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a60%(sessenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão - Lance mínimo  R$44.776,60

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 26.865,96


DESCRIÇÃO:  50% de um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Um prédio construído de tijolos, coberto de telhas, com divisão interior, tendo um salão de um lado, e de outros dois cômodos, localizado nesta cidade e Comarca de Piratininga, a Rua Faustino Ribeiro da Silva, nº 12, e o terreno respectivo, que mede 8,80 metros de frente e de fundos, confrontando pela frente com a aludida Rua Fasutino Ribeiro da Silva, e na linha de fundos com Suad Feres Farha por 9,90 metros de cada lado da frente aos fundos, confrontando de um lado com Suad Feres Farha e do outro lado com Júlia de Campos Fraga Soares, sucessora de Antonio Carlos Gomes dos Santos e outros, com a área superficial de 87,12 metros quadrados. Consta no laudo de avaliação um prédio de alvenaria de 75,74m² de área construída, localizado no centro comercial e bancários, sito a Rua Faustino Ribeiro da Silva nº 12. O prédio é dividido em dois pontos comerciais ativos, com banheiros respectivos, dotado de forro de madeira e piso de cerâmico com padrão de conservação satisfatório, edificado no respectivo lote que mede 8,80m X 9,90m com área superficial de 87,12m². Imóvel matrícula nº 2129 do CRI de Piratininga/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 44.776,60(Quarenta e quatro mil, setecentos e setenta e seis reais e sessenta centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula:AV.4-PENHORA do imóvel, expedido pelo 5º Ofício Cível da Comarca de Bauru, no proc. nº 1017281-74.2016.8.26.0071, movido Banco Safra S/A;AV.5-PENHORA de 50% do imóvel, expedido pelo 5º Ofício Cível da Comarca de Bauru, no proc. nº 1017281-74.2016.8.26.0071, movido Banco Safra S/A;

OBS.:A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL A.T. 409,33 M²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL A.T. 409,33 M²

Valores atualizados

Avaliação828.337,96
Lance mínimo828.337,96
Incremento2.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas187

Localização:Rua Custódia Sacramento, 43, Centro, Porto Feliz/SP

Fórum/Vara: 1ª VARA DA COMARCA DE PORTO FELIZ – SP

Nº do processo: 0003496-51.2001.8.26.0471

RQTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

RQDO: ERVAL STEINER e outro


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 12/12/2019 à partir das 15:15h, e encerramento no dia 17/12/2019 às 15:15h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 04/02/2020 às 15:15h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  60%  (sessenta por cento) do valor da avaliação.

1º Leilão - Lance mínimo  R$828.337,96

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 497.002,77


DESCRIÇÃO: IMÓVEL COMERCIAL - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma casa localizada à Rua Custódia Sacramento, nº 19, nesta cidade e comarca de Porto Feliz, com uma porta e duas janelas de frente, com quatro cômodos e um corredor, construída de tijolos e coberta de telhas, sem forro, com piso atijolado e em mau estado de conservação, em um terreno com as seguintes medidas e confrontações: frente para a Rua Custódia Sacramento, onde mede 6,62m; do lado direito de quem olha para o prédio mede 19,00m; daí, fazendo quadra à direita, segue em reta, na extensão de 1,20m; daí fazendo quadra à esquerda, segue em reta até o fundo do quintal, na extensão de 35,40m, dividindo sempre com Jarbas Pimenta; do lado esquerdo mede, da frente aos fundos 54,40m, dividindo com herdeiros de Nicanor Pompílio de Lima e nos fundos mede 8,20m, dividindo com sucessores de João Pires de Almeida. Conforme o auto de avaliação o terreno de  Imóvel tem área total de 409,33 m² e sobre ele foi construído um salão comercial com 299,31 m²e está localizado à Rua Custódia Sacramento, 43, Centro. Imóvel matrícula nº1712 do CRI de Porto Feliz/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:  R$  828.337,96 (Oitocentos e vinte e oito mil, trezentos e trinta e sete reai e noventa e seis centavos)

ÔNUS: Não consta nos autos documentos probantes de eventuais ônus que recaiam sobre o bem. 

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL A.T. 348,50M²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL A.T. 348,50M²

Valores atualizados

Avaliação923.936,89
Lance mínimo923.936,89
Incremento5.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas43

Localização: Avenida Brasil, n° 872, Centro, Lençóis Paulista/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA DA COMARCA DE LENÇÓIS PAULISTA – SP

Nº do processo: 0004713-85.2010.8.26.0319

RQTE: BANCO DO BRASIL S/A

RQDO:APARECIDO DONIZETE DA SILVA e demais interessados.


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 02/03/2020 à partir das 15:05h, e encerramento no dia 05/03/2020 às 15:05h;não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 25/03/2020 às 15:05h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  60%  (sessenta por cento) da última avaliação atualizada ou 80% do valor de avaliação atualizada, caso se trate de imóvel de incapaz.

1º Leilão - Lance mínimo  R$923.936,89

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 554.362,13


DESCRIÇÃO:  Um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma residencial, construída de tijolos, coberta de telhas, com seis cômodos internos e duas áreas externas, situada nesta cidade e comarca de Lençóis Paulista, Estado de São Paulo, a avenida Brasil, nº 416, e seu respectivo terreno que mede 10,00 metros de frente, por 20,50 metros da frente aos fundos, encerrando uma área de 205,00 metros quadrados, confrontando de um lado com Mário Momo, e Luiz Vaz Pinto, de outro lado e fundos, com Manoel Pereira. Cad. Municipal nº 3.252-2. Consta na Av.13 o aumento de 286,38m², que possuia 62,12m² totalizando 348,50m² de construção, posteriormente transformada em prédio comercial, com 348,50m² de construção da av. Brasil e finalmente desmembrado em salas dando origem aos seguintes números: Prédio Comercial nº 872 da av. Brasil com 130,65m² de construção; Prédio Comercial nº 872, sala 1 da av. Brasil com 129,45m² de construção; Prédio Comercial nº 872, sala 2 da av. Brasil com 64,70m² de construção; Prédio Comercial nº 872, sala 3 da av. Brasil com 23,70m² de construção. Consta no laudo de avaliação que o imóvel está localizado na Avenida Brasil, n° 872, Centro em Lençóis Paulista/SP, possui a seguinte divisão interna, sendo térreo com sala de espera, circulação, copa, wc, antecâmara e sala departamento pessoal. Superior sendo sala gerência, dois wc, sala reuniões, sala departamento fiscal e contábil, circulação, escada. Imóvel matrícula nº 12.525 do CRI de Lençóis Paulista/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:  R$ 923.936,89(Novecentos e vinte e três mil, novecentos e trinta e seis reais e oitenta e nove centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula:R.16-HIPOTECA de 1º grau do imóvel, em favor de Banco do Brasil S/A;R.17-HIPOTECA de 2º grau do imóvel, em favor de Banco do Brasil S/A;R.18-HIPOTECA de 3º grau do imóvel, em favor de Banco do Brasil S/A;AV.21-INDISPONIBILIDADE de 50% do imóvel, expedida pela 2ª Vara Judicial da Comarca de Lençóis Paulista, no proc. nº 0002579-80.2013.8.26.0319, movido por Ministério Público do Estado de São Paulo.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL C/ 250,00 M²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL C/ 250,00 M²

Valores atualizados

Avaliação314.735,85
Lance mínimo157.367,92
Incremento2.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas59

Localização: Rua Dr. Antonio Neves de Almeida Prado, nº 795, Jaú/SP

Fórum/Vara: 4ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE JAÚ – SP

Nº do processo:1000059-79.2016.8.26.0302 

RQTE: IVANILDE MARIA BOTTEON TOMBOLATO

RQDO:ISAURA CATARINA DAROZ MINATEL 


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 12/12/2019 à partir das 14:00h, e encerramento no dia 04/02/2020 às 14:00h(ambos no horário de Brasília), sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  50%  (cinquenta por cento) do valor da avaliação. 

Leilão único- Lance mínimo  R$ 157.367,92


DESCRIÇÃO: Um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Um terreno, sem benfeitorias, urbano, designado como lote nº 17, da gleba D, da planta particular, com frente para a Rua Dr. Antonio Neves de Almeida Prado, lado ímpar, distante 10,00 metros da esquina da Rua Jesus Diz, lado ímpar, medindo 10,00 metros de frente por 25,00 metros da frente aos fundos, encerrando 250,00 metros quadrados, confrontando: pela frente com a Rua Dr. Antonio Neves de Almeida Prado, por um lado com o lote 16, de Eduardo Giglioti, por outro lado com o lote 18, de João Carlos Cassoli e nos fundos com o lote 15 de Benedito Antonio Storti; esse terreno está cadastrado na PM. local, sob nº 06241070420, como unidade autônoma existente anteriormente à lei 6.766/79 e havido de conformidade com a transcrição nº 26.572, livro 3-cc, deste 1º Registro de Imóveis, correspondendo precisamente aquele descrito no item 20, gleba D, letra D, da referida transcrição. Consta na Av.2- a edificação de um prédio comercial, de tijolos e coberto de telhas, contendo os seguintes cômodos: açougue, sala de desossa, ac, banho/wc, com 55,00 metros quadrados de construção, localizado na Rua Dr. Antonio Neves de Almeida Prado, nº 795. Consta no Laudo de Avaliação que se trata de um prédio comercial, bem estruturado, de ótima localização. Sendo 250 metros quadrados de terreno com 155 metros quadrados de construção. Imóvel matrícula nº 11.947 do 1º CRI de Jaú/SP.

VALOR DA AVALIAÇÃO:R$ 314.735,85(Trezentos e quatorze mil, setecentos e trinta e cinco reais e setenta e oitenta e cinco centavos)

ÔNUS:Consta na referida matrícula:AV.7-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Cível da Comarca de Jaú, no proc. nº 1305/2012, movido por Neusa de Fátima Kakoi Ribeiro;AV.8-DISTRIBUIÇÃO da Ação, expedido pela 1ª Vara do Foro de Adamantina/SP, no proc. nº 1001257-38.2016.8.26.0081, movido por Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina;AV.9-DISTRIBUIÇÃO de ação, nestes autos;AV.10-PENHORA do imóvel, expedido pelo 3º Ofício Cível da Comarca de Jaú, no proc. nº 0000988-47.2007.8.26.0302, movido por Cooperativa de Crédito Rural de Jaú e Região;AV.11-PENHORA do imóvel, nestes autos.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

IMÓVEL COMERCIAL A.C. 1.734,61 m²

Lote 01: IMÓVEL COMERCIAL A.C. 1.734,61 m²

Valores atualizados

Avaliação1.521.057,42
Lance mínimo1.521.057,42
Incremento10.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas204

Localização: Distrito Industrial, São Manuel/SP

Fórum/Vara: 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE SÃO MANUEL – SP

Nº do processo: 0004727-64.2007.8.26.0581

RQTE: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

RQDO: CARIBEA INDUSTRIA MADEIREIRA LTDA


LEILÃO JUDICIAL - SOMENTE ON-LINE!

O 1° Leilão terá início no dia 11/12/2019 a partir das 14:40h, e encerramento no dia 16/12/2019 a partir das 14:40h; não havendo lance superior ou igual ao da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção,o 2° Leilão, que se estenderá em aberto para captação de lances e se encerrará em 03/02/2020 a partir das 14:40h(ambos no horário de Brasília),  sendo vendido o bem pelo maior lance ofertado, desde que não inferior a  70%  (Setenta por cento) do valor da avaliação. 

1º Leilão - Lance mínimo  R$1.521.057,42

2º Leilão - Lance mínimo  R$ 1.064.740,19


DESCRIÇÃO:  Um imóvel comercial - DESCRIÇÃO DA MATRÍCULA: Uma área de terras com 24.773,65 metros quadrados, situada no distrito industrial de São Manuel, neste município e comarca de São Manuel, circunscrição única, que segundo planta e memorial descritivo assim se descreve: “Uma gleba de terras contendo 24.773,65 metros quadrados (vinte e quatro mil, setecentos e setenta e três metros e sessenta e cinco decímetros quadrados), desmembrado de área maior pertencente à Prefeitura Municipal de São Manuel, dentro do perímetro urbano de São Manuel, localizada junto ao encontro da SP-255  e SP-300, com a seguinte descrição perimétrica: partindo do marco 00 (zero-zero), localizado junto à cerca do D.E.R., nas divisas da SP-300, Kenji Sguiyama e Prefeitura Municipal de São Manuel, parte com azimute de 111º 30’ e distância de 240,00 metros atingindo aí o marco 0 (zero) ponto inicial do perímetro da área a ser desmembrada. Do marco 0 (zero) vai ao marco 01 (hum) com azimute de 114° 30’ e distância de 60 metros (sessenta); do marco 01 (hum) vai ao marco 02 (dois) com azimute de 23° e distância de 37,50m (trinta e sete metros e cinquenta centímetros); do marco 02 (dois) atinge o marco 03 (três) com azimute de 115° e distância de 48 metros; do marco 03 (três) desenvolve-se um arco de comprimento de 10,94 metros e raio de 22,00 metros, atingindo aí o ponto 04 (quatro); do marco 04 (quatro) vai ao marco 05 (cinco) com azimute de 143° e distância de 157,50 metros (cento e cinquenta e sete metros e cinquenta centímetros); do marco 05 (cinco) desenvolve-se uma curva com comprimento de 75,43 metros e raio de 86,00 metros atingindo aí o ponto 06 (seis); do marco 06 (seis) vai ao ponto 07 (sete) com azimute de 193° e distância de 56,00 metros; do marco 07 (sete) desenvolve-se uma curva de comprimento igual a 1715 metros e raio de  7,50 metros, atingindo aí o ponto oito; do marco oito vai ao marco nove com azimute de 323° e distância de 236,50 metros; do marco nove vai ao marco 10 com azimute de 310° e distância de 32,50 metros; do marco dez vai ao marco onze com azimute de 299° e distância de 33,50 (trinta e três metros e cinquenta centímetros); do marco onze desenvolve-se um arco de raio igual a 14,50 metros e comprimento igual 17,63 metros atingindo o ponto doze; do marco doze vai ao ponto inicial zero com azimute de 358° 30’ e distância de 31,50 metros, completando-se a gleba com 24.773,65 metros quadrados”. Consta no auto de avaliação que sobre o imóvel foi construído os seguintes bens: um prédio industrial, de tijolos e coberto de telhas, situado no Distrito Industrial, nº 205, contendo um galpão, sanitário, sala própria para assistência médica, escritório, com 950,223 metros quadrados, o qual foi posteriormente foi ampliado passando a ter mais dois galpões, sendo um com banheiro, dois escritórios, banheiro, área de circulação, instalações elétrica e sanitária com 308,00 metros quadrados, encerrando uma área construída de 1.258,23 metros quadrados. AV.4 - Consta a construção no imóvel de um prédio industrial, de tijolos e coberto de telhas, situado no Distrito Industrial, n° 205, contendo um galpão, sanitário, sala própria para assistência médica, escritório, com 950,23 metros quadrados, o qual posteriormente foi ampliado passando a ter mais dois galpões, sendo um com banheiro, dois escritórios, banheiro, área de circulação, instalações elétrica e sanitária com 308,00 metros quadrados, encerrando uma área construída de 1.258,23 metros quadrados. AV.5 - Consta a construção de um pavilhão, de tijolos e coberto de telhas, com a área coberta de 1.734,61 metros quadrados, situado no Distrito Industrial. Imóvel Matriculado sob n° 3.610 no CRI deSão Manuel-SP. 

VALOR DA AVALIAÇÃO: R$ 1.521.057,42(Um milhão, quinhentos e vinte e um mil, cinquenta e sete reais e quarenta e dois centavos)

ÔNUS: Consta na referida matrícula: R.6-PENHORA da fração ideal de 3/10 do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel, no proc. n° 13/2005, movido por Instituto Nacional de Seguro Social - INSS;R.7-PENHORA da fração ideal de 4% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 12/2005, movido por Instituto Nacional de Seguro Social - INSS;R.8-PENHORA da fração idealde 1/10% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.001236-0/ controle n° 57/05, movido por Instituto Nacional de Seguro Social - INSS;R.9-PENHORA da fração ideal correspondente a 40% do imóvel, expedido pelo 2° Ofício Cível da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 43/07, movido por União;AV.10-PENHORA da totalidade do remanescente do imóvel, nestes autos;AV.11-PENHORA da fração ideal de 3,30% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2001.000587-7, Ordem n° 80/01, movido por Fazenda Nacional;AV.12-PENHORA da fração ideal correspondente a 2,36% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2004.002647-2, movido por Fazenda Nacional do Estado de São Paulo;AV.13-PENHORA da fração ideal correspondente a 4,70% do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no  proc. n° 581.01.2004.002313-7, movido por Fazenda Nacional do Estado de São Paulo; AV.14-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 581.01.2011.001919-2, Ordem n° 076/2011, movido por Fazenda Nacional do Estado de São Paulo;AV.15-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP,  no proc. n° 15/2005, movido por Fazenda Nacional;AV.16-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 93/2009, movido por União;AV.17-PENHORA da fração ideal de 11,77% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 93/2009, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;AV.18-PENHORA da totalidade do imóvel, expedida pela 1ª Vara de São Manuel-SP, no proc. n° 259/2010, movido por União;AV.19-PENHORA da fração ideal de 11,7777% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 451/2009, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;AV.20-PENHORA da fração ideal correspondente a 4,07% do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 17/2005, movido por Fazenda Nacional;AV.21-PENHORA do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 0003655-71.2009.8.26.0581, movido por Fazenda do Estado de São Paulo;AV.22-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 0000751-78.2009.8.26.0581, movido por Estado de São Paulo;AV.23-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 42393620128260581, movido por Estado de São Paulo;AV.24-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 13421620048260581, movido por Estado de São Paulo;AV.25-PENHORA do imóvel, expedida pela 1ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 44833320108260581, movido por Estado de São Paulo;AV.26-PENHORA do imóvel, expedida pela 2ª Vara da Comarca de São Manuel-SP, no proc. n° 2313982004, movido por Secretaria de São Paulo;AV.27-PENHORA do imóvel, expedida pela Vara do Trabalho da Comarca de Botucatu-SP (TRT-15ª Região), no proc. n° 0025300-03.2007.5.15.0025, movido por Kate Cilene Roberta Rodrigues da Cruz;AV.28-PENHORA da fração ideal de 27,50% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício de São Manuel, no proc. nº 3005184-35.2013.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.29-PENHORA do imóvel, expedido pela Vara do Trabalho de Botucatu, no proc. nº 0175500-22.2007.5.15.0025, movido por Vera Lucia de Mello Tineu;AV.30-PENHORA da fração ideal de 3,50% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0005313-72.2014.8.26.0581, movido por Ministério da Fazenda;AV.32-PENHORA de 50% do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0003267-37.2010.826.0581, movido por Ministério da FazendaAV.33-PENHORA do imóvel, expedido pelo 1º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0001536-35.2015.8.26.0581, movido por Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional em Bauru;AV.34-PENHORA do imóvel, expedido pelo 2º Ofício Judicial de São Manuel, no proc. nº 0002373-17.2017.8.26.0581, movido por Cia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - SABESP.

OBS.: A descrição do(s) bem é uma cópia fiel das informações fornecidas pelos cartórios, comitente ou outro órgão responsável. O(s) bem(ns) será(ão) vendido(s) no estado em que se encontra(m). Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.


Link do processo clique aqui.

Link googlemaps clique aqui.

Os Links de esaj e googlemaps divulgadas no PORTAL LEGIS LEILÕES são informais e podem ocorrer erros, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens ou influenciar a decisão de oferta de lances para arrematação.


Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.